SObre primeiras impressões e se sentir como uma adolescente.

Ontem, na Audio Club, rolou Lolla Parties com Bring Me The Horizon e abertura do Fever 333, e foi, pessoalmente, uma noite muito emocionante.

O show foi o meu primeiro contato com a banda Fever, e posso dizer que eles superaram as minhas expectativas. Mesmo sendo uma banda pequena, eles fazem como ninguém um som que soa como um mix de rap e heavy metal, e tomaram conta de LITERALMENTE toda a casa, escalando andaimes e se jogando na platéia, o que levou o público a loucura. Além de tudo, os músicos foram super simpáticos, falaram sobre assuntos importantes como a liberdade das mulheres nesse meio roqueiro, e demonstraram AMAR o Brasil.

Logo após essa grande abertura, chegou a hora do Bring Me The Horizon. Fazia muito tempo que eu não vivia a experiência de curtir um show bem no meio da pista, bem no meio dos “bate cabeças”. Me senti uma adolescente novamente! Apesar de ter saído pingando suor, foi incrível.

A banda já abriu a noite com MANTRA, o que levou o público ao delírio. O clima pesado se manteve em AVALANCHE, THE HOUSE OF WOLVES e HAPPY SONG.

MOTHER TONGUE e WONDERFUL LIFE foram cantadas em coro, provando o sucesso do tão criticado álbum AMO – eu particularmente, sou fã.

Um breve intervalo e a banda volta com SHADOW MOSES, um momento emocionante em que todo gritamos “this is sempiternal” em conjunto.

Logo veio FOLLOW YOU, uma das minhas favoritas, e NIHILIST BLUES com sua pegada eletrônica. CAN YOU FELL MY HEART e ANTIVIST vieram pra fazer o público suar, mas foi seguida por DROWN versão acústica, um dos momentos mas lindos de todo o show.

No encore, DOOMED foi performada com perfeição, e para alegria dos fãs, que tanto pediram, foi seguida de um MEDLEY só de músicas antigas e pesadas da banda.

MEDICINE foi a penúltima música, o momento mais especial da noite pra mim, pois pude assistir bem do alto, com a ajuda de algumas pessoas da plateia.

O BMTH encerrou com a tradicional THRONE, e aquela tradicional abaixada do público no bridge, antes do estouro delicioso da música.

É difícil colocar em palavras uma noite como ontem. Presenciar o show de uma banda que a gente gosta muito é revigorante. Já ansiosa pelo próximo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s